Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uvv.br//handle/123456789/1016
Title: Habitação multifamiliar vertical contemporânea: desafios frente às mudanças no perfil etário da população
Authors: Bazzarella, Isabela Costa
metadata.dc.contributor: Ramos, Larissa Leticia Andara
Keywords: Habitação multifamiliar vertical - Morar contemporâneo - População idosa - Idosos jovens - Envelhecimento ativo e saudável
Issue Date: 27-Apr-2023
Abstract: Essa pesquisa aborda dois temas: o morar na cidade contemporânea e a busca pelo envelhecimento ativo e saudável dos cidadãos. Tais temáticas ganham notoriedade devido ao cenário atual do aumento da população idosa somado à preocupação com a qualidade arquitetônica e urbanística dos modos de morar contemporâneo, em especial de habitações multifamiliares verticais. No Brasil, são considerados idosos todos os que compõem a população de 60 anos ou mais (BRASIL, 2003). Para Navarro et. al (2015), os idosos longevos são os que apresentam 80 anos ou mais, já os idosos jovens encontram-se na faixa etária entre 60 a 79 anos, e correspondem cerca de 14,7% da população brasileira e 14% dos capixabas (IBGE, 2020). Tendo em vista este cenário, em especial o aumento da população de idosos jovens e o surgimento de um novo perfil de consumidores no Brasil, em especial no estado do Espírito Santo, questiona-se como as habitações multifamiliares verticais da Grande Vitória podem melhor atender aos anseios deste público e contribuir para um envelhecimento mais ativo e saudável. Tem-se, assim, como objetivo geral compreender parâmetros de qualidade arquitetônica e urbanística que podem ser aplicados na habitação multifamiliar vertical contemporânea tendo em vista as características e demandas dos modos de morar dos jovens idosos capixabas. Trata-se de uma pesquisa de natureza aplicada, de abordagem quantitativa e qualitativa, com objetivos exploratórios e descritivos, realizada em três etapas metodológicas: 1) Contextualização do tema: caracterizada pela pesquisa teórica, revisão bibliográfica e documental; 2) Levantamento de dados: na qual foram realizados questionários para compreender a forma de morar e necessidades dos idosos jovens, e o entendimento de como o mercado imobiliário capixaba incorpora as demandas desse público-alvo nas habitações multifamiliares verticais; 3) Análises e desenvolvimento das recomendações projetuais para auxiliar nos projetos voltados para o público de idosos jovens. Como resultado da pesquisa, compreende-se que o público em questão prioriza edifícios de apartamentos próximos a comércios, serviços e espaços públicos de lazer que possibilitem o contato com a natureza, e lugares para pets, inseridos também em vias arborizadas e iluminadas. Optam também por edifícios com áreas coletivas que facilitem a socialização, a comodidade e a segurança dos moradores, com destaque para edifícios com elevadores, rampas de acesso, portaria física, garagem e vagas de embarque e desembarque. Já na escala da unidade habitacional, o conforto térmico e o acústico do empreendimento foram ressaltados, bem como a dimensão dos ambientes – com destaque para quartos, sala e banheiros – que resulta ser mais importante do que quantidade desses. Com base na pesquisa, são apresentadas recomendações projetuais ilustradas em formato de cartilha, de modo a nortear o mercado imobiliário capixaba no desenvolvimento de projetos de habitações multifamiliares sensíveis às demandas do público de idosos jovens, e aqueles em processo de envelhecimento.
URI: https://repositorio.uvv.br//handle/123456789/1016
Appears in Collections:Arquitetura e Cidade (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO FINAL DA ISABELA COSTA BAZZARELLA.pdfDISSERTAÇÃO FINAL DE ISABELA COSTA BAZZARELLA9.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.